News Release

Ver versão para impressão View printer-friendly version
Download PDF Leia o relatorio completo
<< Back
Grupo LATAM Airlines anuncia lucro operacional consolidado de US$15 milhões no segundo trimestre de 2014

DESTAQUES

  • No segundo trimestre de 2014, o Grupo LATAM Airlines registrou lucro operacional de US$ 15,4 milhões (R$ 34,3 milhões) e margem operacional de 0,5%, representando um aumento de 0,8 p.p. em relação ao mesmo período do ano anterior. Os resultados do trimestre foram impactados negativamente pela menor demanda de passageiros e cargo durante a Copa do Mundo de futebol no Brasil, e também pela fraca safra de grãos para exportação, que impactou o negócio de cargas.
  • A Companhia destacou-se pela bem-sucedida gestão de operações de alta complexidade durante o evento da Copa do Mundo no Brasil. Estamos satisfeitos com o nosso desempenho neste período desafiador, durante o qual transportamos quase 3 milhões de passageiros no mercado doméstico contando com mais de 1,1 mil voos domésticos e internacionais adicionais, mantendo a excelência no atendimento aos nossos clientes, que se refletiu na taxa de 95% de partidas sem atraso.
  • Em preparação para a Copa do Mundo, a TAM havia reduzido sua oferta em 5,1% durante Junho, mês no que o evento começou. Com isso, pudemos operar com altas taxas de ocupação no período, apesar da redução de 5,2% no tráfego em relação ao mesmo período de 2013. A redução do tráfego durante a Copa do Mondo deve-se ao menor número de passageiros de negócios em função dos 12 feriados decretados no Brasil, além da redução da demanda por viagens de turismo domésticas e internacionais durante as férias de inverno, quando a demanda sazonal é geralmente alta. Estimamos que o impacto da Copa do Mundo sobre a margem operacional da LATAM – tanto em operações domésticas quanto internacionais – tenha sido entre US$ 140 milhões (R$ 312 milhões) e US$ 160 milhões (R$ 357 milhões) entre junho e julho, sendo cerca de US$ 30 milhões (R$ 67 milhões) no mês de junho e a maior parte do impacto concentrada no mês de julho.
  • “Os importantes investimentos realizados em infraestrutura no Brasil anteriormente à Copa do Mundo, especialmente aeroportuária, deixarão um legado de impacto bastante positivo para o contínuo desenvolvimento do setor aéreo brasileiro”, destacou Enrique Cueto, Diretor Presidente do Grupo LATAM Airlines. “A mudança da TAM para o Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos e para o Pier 2 no aeroporto de Brasília nos permitirá continuar melhorando a conectividade através desses hubs, além de melhorarmos o desempenho de partidas sem atraso”.
  • A LATAM segue com sua estratégia de racionalização da oferta, tanto nas operações de passageiros quanto de carga, com reduções de 1,5% e 7,5%, respectivamente. A taxa de ocupação de passageiros continua avançando em todos os mercados, atingindo o nível recorde de 82,4% e impulsionando o aumento do RASK.
  • No trimestre, a LATAM ajustou a taxa de câmbio do seu caixa em Bolívares venezuelanos à taxa “SICAD I”, com o reconhecimento pontual de uma perda não operacional de US$ 56,3 milhões (R$ 125,5 milhões). Visando continuar atendendo a Venezuela, a Companhia tem ajustado o número de voos desde o primeiro trimestre de 2014, com diminuição de 44% no assento-quilômetro oferecido (ASK) no segundo trimestre de 2014 em relação ao mesmo período de 2013.
  • No segundo trimestre de 2014, o Grupo LATAM Airlines registrou prejuízo líquido de US$ 58,9 milhões (R$ 131,4 milhões), comparado a um prejuízo líquido de US$ 329,8 milhões (R$ 735,4 milhões) no mesmo período de 2013.
  • A LATAM reestruturou com sucesso o seu balanço patrimonial, o que se reflete em uma sólida posição financeira, após a redução da sua dívida neta em US$ 1,8 bilhão nos últimos 12 meses. Paralelamente, a Companhia segue reduzindo a exposição do balanço patrimonial da TAM ao Real, que já passou de US$ 2,0 bilhões (R$ 4,5 bilhões), em 31 de dezembro de 2013 para US$ 1,0 bilhão (R$ 2,2 bilhões) em 30 de junho de 2014. A Companhia espera reduzir ainda mais essa exposição para aproximadamente US$ 0,5 bilhão (R$ 1,1 bilhões) em Setembro de 2014.
  • LAN e TAM, ambas as companhias membro do Grupo LATAM Airlines, foram reconhecidas com o primeiro e segundo lugares, respectivamente, no prêmio "Melhores Companhias Aéreas da América do Sul", promovido pela SkyTrax World Airline Awards. A premiação é considerada pelo setor como um termômetro global da satisfação dos clientes, graças à sua exclusiva pesquisa de opinião junto aos passageiros. Estamos orgulhosos pelo reconhecimento da LAN e da TAM, mais uma vez, como as melhores companhias aéreas da região.